Siga Nossas Redes Sociais

Futsal

Real Brasília some no segundo tempo e sofre empate pela Liga Futsal

Escrito em

Real Brasília vencia por 5x0, mas sofreu o revés em 12 minutos e acabou empatando por 5x5 - Foto: Divulgação/Brasília Futsal

Depois de dois jogos sem conseguir a primeira vitória, o Real Brasília anotou o segundo empate na Liga futsal. Nesta sexta-feira (04), no Ginásio Sesc Ceilândia, mesmo abrindo 5×0 no primeiro tempo, o time candango simplesmente apagou no segundo tempo e sofreu o empate.

A terceira partida da equipe brasiliense no grupo A da Liga Futsal era muito importante para dar moral ao elenco do treinador Banana, depois de um empate contra o Praia Clube Uberlândia na estreia e uma derrota fora de casa para o São José Futsal. Já o Minas estreava na competição almejando realizar um bom papel, mas não contava com um cartão vermelho pra um jogador na segunda etapa.

Mais posse do time da casa e dois gols na conta

Com menos de 20 segundos, o Minas roubou a bola e já conseguiu a primeira finalização, mas para fora. O treinador Banana ficou muito irritado com a perda de posse de bola. Aos três minutos, Churrasco chutou fora, de longe, mas a bola foi pra fora.

Mas foi aos sete minutos que o experiente pivô Anderson Zoi conseguiu abrir o placar da partida. Dois minutos depois, Luan Leite fez o segundo gol da partida. O treinador mineiro Peri Fuentes pediu tempo técnico aos 12 minutos para reorganizar a jovem equipe. E o primeiro tempo fechou em 2 a 0 para a equipe mandante sem muitos sustos.

Expulsão no começo abre goleada candanga, mas o impossível acontece

No começo do segundo tempo, a arbitragem demorou a aplicar um cartão amarelo por falta em Luan Leite. Depois de um bom tempo procurando o autor da infração, João Pedro foi “descoberto” e acabou tomando a segunda advertência, sendo expulso de quadra, e facilitando a vida dos donos da casa, uma vez que poderia atuar por dois minutos com um atleta a mais.

O Real Brasília soube aproveitar muito bem a facilidade e, no primeiro ataque com um jogador a mais, um chute cruzado encontrou Nino na trave oposta para fazer o terceiro gol. E não parou, pois, na sequência, Churrasco saiu na frente do goleiro e bateu bem para fazer o quarto gol, já com quatro jogadores do Minas em quadra.

Peri Fuentes colocou o goleiro linha Ferro já com quatro minutos do segundo tempo para tentar diminuir o placar. No lance seguinte, Anderson Zói recebeu do goleiro Lagartixa e finalizou forte, mas pra fora. Na sequência, a equipe mineira errou na jogada ofensiva, perdeu a posse de bola e Anderson Zói fez o segundo dele na partida, dessa vez, sem ninguém para evitar na área adversária.

Depois do quinto gol, o jogo ficou bem morno e com muita lentidão por parte do Minas, sem conseguir quebrar a marcação do Real Brasília com um jogador de linha a mais na metade ofensiva da quadra. A marcação começou a falhar e Libânio recebeu sozinho dentro da área para fazer o gol de honra dos visitantes..

A partir daí, o time mineiro começou a dar velocidade no ataque e trocava passes com intensidade, deixando o técnico candango Banana bem irritado com a dificuldade do Real Brasília em marcar o goleiro linha. Com 14 minutos, Luís recebeu boa bola dentro da área após Ferro receber pela direita, com muito espaço e fazer bom passe.

Em seguida, aos 16 minutos, Gustavo recebeu na frente da área com muito espaço e finalizou meio sem querer, tentando colocar bola na segunda trave, mas chutou na parte interna da proteção, fazendo o terceiro gol do Minas e pressionando o time candango.

Pouco tempo depois, com a pressão e o nervosismo do Real Brasília, Ferro recebeu muito perto do gol e fez o Minas encostar no placar. O marcador apontava 5×4 restando pouco mais de cinco minutos para o fim do jogo.

O gol que faltava pro empate quase saiu na sequência, mas a defesa do Real Brasília conseguiu travar o chute, ficando tranquila pra defesa do goleiro Lagartixa. Contudo, o que parecia impossível aconteceu: Gustavo empatou a partida faltando dois minutos para soar a sirene, irritando o técnico candango. Fim de jogo, com 5×5 no placar e o Minas comemorando como se houvesse vencido o jogo.

Próximas partidas

O Minas Tênis Clube visitará o São José em São Paulo na próxima terça-feira (08), às 19 horas. A próxima tentativa de vitória do Real Brasília será na próxima sexta-feira (11), às 14 horas, no Ginásio Sesc Ceilândia, contra o Intelli Dracena, que perdeu o único jogo disputado até aqui na Liga Futsal.

Ficha Técnica
Liga Nacional de Futsal – 3ª Semana
Real Brasília 5 X 5 Minas Tênis Clube
04/09/2020 – 18h00 – Ginásio do SESC Ceilândia

Árbitros: Jason da Silva e Israel Duarte.
Cartões Amarelos: (Real Brasília); Ferro e João Pedro (Minas).
Cartões Vermelhos: João Pedro (Minas).

Gols: 7’ Anderson Zói, 14’ Luan Leite (1º Tempo); 0’ Nino, 1’ Churrasco, 6’ Anderson Zói, 10’ Libânio, 14’ Luís, 15’ Renato, 16’ Renato, 18’ Gustavo (2º Tempo).

Real Brasília
Quinteto inicial: Lagartixa, Luan Leite, Nino, Churrasco e Anderson Zói; Reservas: Bury, João Pedro, Kairo, Leandro, Leozin, Luan, Matheus, Rafa e Wilian.
Treinador: Banana.

Minas Tênis Clube
Quinteto inicial: Anderson, João, Luis, Gustavo e Lion; Reservas: Ferro, Françoar, Henrique, Leozinho, Libânio, Lucas, Renato, Ribeiro e Vitor.
Treinador: Peri Fuentes.

Continue Reading