Siga Nossas Redes Sociais

Futsal

Finalmente! Real Brasília vence o São José e conquista sua primeira vitória na LNF

Escrito em

Foto: Real Brasília Futsal/Divulgação

O jogo entre Real Brasília e São José, no Ginásio Sesc Ceilândia, nesta sexta, 9, foi agitado e terminou com a primeira vitória do clube brasiliense na Liga Nacional de Futsal (LNF). Apesar de ser um confronto da 13ª rodada, o placar de 5 a 3 apenas demonstrou o bom desempenho do time do técnico Banana. Ainda restam três partidas até o fim da primeira fase, o que gera uma pequena esperança para a classificação como melhor sexto colocado.

Consistência gera vitória parcial

O começo do jogo foi com uma tentativa de marcação pressão da equipe mandante, mas a primeira chance surgiu com menos de um minuto de partida, com chute de Pelé, bem defendido por Luan. Após uma falta marcada na quadra de ataque do Real Brasília, aos 2 minutos, Luan Leite recebeu, mas o chute acabou indo para fora. Com 4 minutos, Zói e Nino trocaram bem a bola, a marcação do São José deu espaço e Nino chutou buscando o canto direito do gol, mas a bola abriu demais e não deu trabalho ao goleiro Matheus.

O time visitante conseguiu dois chutes fortes de longe com o goleiro Matheus, com 7 minutos do primeiro tempo, mas o desvio em jogadores do Real Brasília evitou perigo maior. Na sequência, Luan Leite deu um carrinho e desviou a bola com a mão, gerando uma falta desperdiçada por Pelé. O primeiro gol da partida surgiu em uma boa jogada de Nino, pela direita, ao tirar a marcação e chutar cruzado na segunda trave e Bury apenas colocar para dentro do gol.

Aos 11 minutos, Luan fez duas defesas importantíssimas em sequência. Na primeira Cardelli aproveitou rebote e chutou forte, mas o goleiro se recompôs para impedir o gol. A equipe paulista tinha muita dificuldade em romper a boa defesa de seu adversário. O segundo tento do Brasília não saiu aos 14 minutos por muito pouco, pois Luan Leite fez uma bela jogada pela esquerda e chutou forte. A bola bateu na trave e saiu pela lateral.

Faltando 5 minutos para o fim da primeira etapa, Banana pediu seu tempo técnico para que equipe não tomassem o empate. Mas, apesar da tentativa do treinador, aos 16 minutos, Felipinho se movimentou bem para receber uma assistência no escanteio e empatou a partida. Foi um balde de água fria para o time mandante, mas o tempo de desânimo foi curto. Zói fez uma ótima jogada de pivô pela esquerda e apenas rolou para Léozin colocar o Real Brasília mais uma vez à frente no placar.

Ainda deu tempo de Douglinhas tentar mudar o panorama com seu tempo técnico e Nino aproveitar a saída do goleiro linha adversário, após a retomada de posse de bola, para aumentar a vantagem de seu time. O Real Brasília fez um bom primeiro tempo e foi premiado com o placar de 3 a 1.

Muita emoção, mas, enfim, a vitória

Com a vantagem a seu favor, o Real Brasília começou tentando encaixar uma boa marcação, que subia, se necessário, para não dar muito espaço para a troca de passes do outro time. Com menos de 2 minutos, o São José conseguiu quebrar a marcação dos donos da casa, quando Felipinho fez uma boa jogada como pivô e devolveu para Biel finalizar na trave. Na sequência, o camisa 16 apareceu bem pelo meio e bateu para mais uma defesa de Luan,.

E a trave seguia sendo inimiga do time do Distrito Federal. Luan Leite fez uma boa jogada ao levar da direita para o centro e chutou forte no poste do gol de Matheus. Com o São José ficando mais tempo com a posse de bola, eram os paulistas quem tinham mais oportunidades, principalmente com seu arqueiro participando muito mais do ataque. Se não bastasse tudo isso, aos 12 minutos, o time candango estourou o número máximo de 5 faltas, o que poderia gerar boas chances ofensivas ao rival.

Porém, Luan começou a marcar o seu nome na história da partida com belas defesas. Assim foi, em uma jogada de Matheus e no rebotem, quando Felipinho apareceu na cara do goleiro, que mais uma vez fechou bem os espaços e impediu o gol. Vendo que sua equipe estava melhor em campo, Douglinhas colocou Ronney como goleiro-linha. Assim surgiu o segundo gol na partida, com a assistência do jogador para Biel. Foi dele também o empate, após chute de tiro livre direto.

Quando parecia que seria mais um quase do Real Brasília, o contra-ataque bem puxado pela equipe gerou falta de Yuri, que levou cartão amarelo. Na cobrança da falta, a movimentação foi bem feita e Anderson Zói deu assistência para Matheus colocar o time brasiliense mais uma vez à frente no placar. Luan ainda apareceu mais uma vez e garantiu a vitória. O tempo técnico de Douglinhas foi pedido aos 18 minutos pontualmente para tentar aprontar alguma coisa antes do fim de jogo.

Mas, quem achou que o jogo estava ganho, ainda havia tempo para tensão. O São José foi pra cima, mas Anderson Zói foi esperto, roubou a bola e, de longe, fez o 5º gol de seu time na partida. Com 16 segundos faltando, não houve tempo para qualquer tentativa do São José.

O próximo confronto do Real Brasília será contra o Minas, na próxima terça, 13, às 21h, em Belo Horizonte. Se quiser seguir com chances de classificação de classificação, a vitória é mais do que obrigatória. Sem rodadas completas, os brasilienses têm nove jogos

Ficha Técnica
Liga Nacional de Futsal – 10ª Rodada
Real Brasília X São José
09/10/2020 – 21h – Ginásio Sesc Ceilândia – Brasília (DF)

Árbitros: José Vicente Canabrava e Jason Alves da Silva.
Cartões Amarelos: Willian (Real Brasília); Vandinho e Yuri (São José).

Gols: 9’ Bury, 15’ Felipinho, 16’ Léozin, 18’ Nino (1º Tempo); 14’ Biel, 14’ Biel, 16’ Matheus, 19’ Anderson Zói (2º Tempo).

Real Brasília
Quinteto inicial: Anderson Zói, Luan, Luan Leite, Bury e Nino; Reservas: Kairo, João Pedro, Leandro, Leozin, Matheus, Rafa, Tales, Vitinho e Wilian.
Treinador: Banana.

São José
Quinteto inicial: Daniel, Pelé, Jeffinho, Vandinho e Biel; Reservas: Cardelli, Felipinho, Matheus, Ronney, Sassá e Yuri.
Treinador: Douglinhas (Fernando Cabral estava suspenso).]

Continue Reading