Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Um 2021 pra se esquecer: qual será o futuro do Gama após a Série D?

Escrito em

Foto: Gabriel Teles/SE Gama

A situação está complicada pelo lado do Alviverde candango. A equipe está há 12 jogos sem saber o que é vitória, vive uma crise interna sem precedentes e tenta terminar a competição de maneira honrosa, contra o lanterna Jaraguá-GO na quarta divisão nacional, neste sábado (01).

Informações de uma fonte à reportagem da Esportes Brasília dão conta de que o Gama tem uma dívida avaliada em 15 milhões de reais. Além de dever fornecedores, parte da folha de pagamento de alguns meses está em aberto, incluindo a última, o que tem complicado a permanência e a reestruturação do clube.

A escassez de recursos atrapalhou o time durante boa parte da temporada. Por conta desse déficit em mais uma folha salarial, restou ao clube rescindir o contrato de atletas que chegaram ainda este ano. Não vestem mais a camisa do Gama os jogadores:  Léo Unamuzaga (goleiro), Vinicius, Gabriel Arantes e Gabiga (defensores); Vitinho, Robertinho, Pedro Henrique, Hugo Almeida e Igor Paim (atacantes).

Goleiro Léo Unamuzaga, após duas temporadas, deixou o alviverde no meio da série D – Foto: Gabriel Teles/SEGama

O Gama já vinha de uma vagarosa crise econômica. No ano passado, o periquito precisou desfazer o elenco e a comissão técnica que conquistou o bicampeonato candango de forma consecutiva nas duas últimas edições devido ao mesmo problema de gestão.

Este ano não foi diferente. O time tomou a mesma medida ainda no meio da Série D do Campeonato Brasileiro, além de promover pratas da casa, úteis para desvanecer os problemas de dentro do Ninho do Periquito.

Em vários momentos de decisão ao técnico Marcelo Caranhato, o time precisou se reorganizar dentro da competição utilizando um banco de reservas recheado por atletas da equipe sub-20, incluindo a necessidade de dois goleiros, para suprir jogadores de linha do mesmo banco.

O alviverde apostou nas categorias de base, com seis jogadores formados no clube: Enzo Gabriel (goleiro); Douglas Alves e Wesley Moreira (defensores); Matheus Dias, Vitor Cesar e Iago Custodio (meio-campistas).

Com o imbróglio em situação latente, tudo indica que mais dispensas devem acontecer nos próximos dias e mais promessas da base devem integrar o elenco principal até a Copa Verde, que terá início no mês de outubro. O já eliminado Gama voltará a campo neste sábado (04), às 16h, pela última rodada da fase de grupos da série D, no Estádio Ciro Machado, diante do Jaraguá/GO.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading