Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

TJDFT condena Flamengo e FFDF por confusão em jogo de 2016

Escrito em

Foto: Carlos Teixeira – Arquivo EB

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Território (TJDFT) condenou, em segunda instância, o Flamengo e a Federação de Futebol do DF por confronto entre torcedores. A confusão aconteceu no Estádio Nacional Mané Garrincha em partida entre o rubro-negro e o Palmeiras, realizada em 5 de junho de 2016. A decisão saiu nesta quarta-feira (29).

À época, ambos os times foram punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ao pagamento de multa e perderam mandos de campo. Na decisão de quarta-feira, time e federação foram condenados a pagar R$ 282.856,00 por danos morais coletivos. O valor corresponde a 10% da renda de quase R$ 3 milhões anunciada no borderô da partida, que teve quase 55 mil pessoas presentes. 

Após condenação em primeira instância, o Flamengo e a Federação de Futebol do DF entraram com recurso, que foi indeferido nesta semana. Para o Ministério Público, a segurança do estádio era insuficiente, o que proporcionou condições para as ocorrências de violência.

A FFDF entendeu que a responsabilidade por organizar a partida e, portanto, a dívida pela multa, pertence ao Flamengo. Já o time carioca se recusa a pagar e o imbróglio se arrasta há cinco anos.

Procurada pela reportagem da Esportes Brasília, a FFDF declarou que não comenta processos em curso e que apresentará recurso cabível no momento oportuno.

Flamengo e Palmeiras voltarão a se enfrentar no dia 27 de novembro. Na ocasião, as equipes disputarão em jogo único a final da Libertadores da América. Partida acontece no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Continue Reading