Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Sucuri defende duas cobranças e, nos pênaltis, Brasiliense avança na Copa do Brasil

Escrito em

Foto: Gabriel Leite/Metropoles

Na noite da quarta-feira, no estádio Manoel Barretto, em Ceará Mirim, no Rio Grande do Norte, o Globo recebeu o Brasiliense Futebol Clube. A partida terminou empatada no tempo normal em 1 a 1.  

       O Brasiliense abriu o placar da partida aos seis minutos do segundo tempo através de Tobinha. O Globo/RN empatou aos 23 minutos, com Eduarda Bahia, de cabeça. A decisão da vaga para a próxima fase da Copa do Brasil foi para a decisão de penalidades máximas. A vitória foi do Brasiliense por 4 a 1, com duas defesas do goleiro Edmar Sucuri.  

COBRANÇAS DO GLOBO/RN:   Adílio (perdeu); Alessandro (perdeu); Rômulo (gol);  

COBRANÇAS DO BRASILIENSE: Aloisio (gol); Aldo (gol); Erick Daltro (gol); Marcão (gol).  

O JOGO 

A partida começou agitada. O primeiro lance de perigo foi aos 5 minutos com Ítalo, do Globo, finalizando para fora. Aos 13 minutos o Brasiliense foi para o ataque e Zoti lançou Luquinhas. Ele cruzou e a zaga afastou. Aos 18 minutos, após cobrança de escanteio, o atacante Rômulo acertou o travessão do Brasiliense. O Brasiliense respondeu com Railon finalizando para fora. Aos 33 minutos, bola levantada na área do Globo e Gustavo Henrique cabeceou para fora. Aos 46 minutos cruzamento de Andrezinho e o atacante Marcão, do Brasiliense, finalizou para fora.  

SEGUNDO TEMPO DE DEFINIÇÕES 

A segunda etapa foi agitada. Aos 6 minutos, Aldo lançou Tobinha que finalizou de perna esquerda e a bola bateu na trave e foi para o fundo da rede do Globo. Aos 11 minutos, novamente Tobinha disparou e finalizou para fora. Aos 17 minutos Anderson, do Globo, finalizou e o goleiro Edmar Sucuri mandou para escanteio.  

Aos 23 minutos, escanteio para o Globo. Anderson cobrou e Eduardo Bahia cabeceou para o fundo da rede do Brasiliense, empatando o jogo em 1 a 1. Aos 42 minutos Andrezinho invadiu pela direita e passou para Aloisio. Ele finalizou para grande defesa do goleiro do Globo. Aos 43 minutos Anderson, do Globo, foi a linha de fundo e cruzou e a zaga do Brasiliense mandou para escanteio. Na cobrança, Ramon finalizou e Edmar Sucuri fez grande defesa.  

A partida terminou no tempo normal em 1 a 1. A decisão foi para penalidades máximas. O Brasiliense venceu nas cobranças de penalidades por 4 a 1, com duas defesas do goleiro Edmar Sucuri.  

GLOBO/RN 1X1 BRASILIENSE/DF 

Competição: Copa do Brasil, segunda fase 

Data: 17/03 (quarta-feira) 

Horário: 20:30 horas 

Local: Estádio Manoel Barretto, Ceará Mirim/RN 

Arbitragem: Rafael Martins de Sá/RJ; com os assistentes Daniel Alves Pereira/RJ e Thiago Gomes Magalhães/RJ. Quarto árbitro: Tarcisio Flores da Silva/RN 

Gols: Tobinha, 6’2ºt (Brasiliense); Eduardo Bahia, 23’2ºt (Globo) 

Cartões amarelos: Eduardo Bahia, Fernado Ceará e Ramon (Globo) 

Cartões vermelhos: Hítalo (Globo) e Goduxo (Brasiliense) 

GLOBO/RN: 

Iago Hass; Alessandro Mael, Eduardo Bahia e Fernando Ceará; Hítalo, Ramon, Nino Mipibu (Adilio), Hiltinho e Anderson (João Aleluia); Rômulo 

Técnico: Jaelson Marcelino 

BRASILIENSE/DF 

Edmar Sucuri; Andrezinho, Badhuga, Gustavo Henrique e Goduxo; Aldo, Railon (Preto Costa) e Zotti (Aloisio); Tobinha (Erick Daltro), Luquinhas (Daniel Alagoano) e Marcão.   

Técnico: Celso Teixeira 

Natural de Pelotas/RS, Sérgio Porto é jornalista com passagem pelas rádios Planalto AM, Clube AM, Nossa FM, Jovem Pan Brasil e DF10, parceira da Esportes Brasília. Também atua como repórter freelancer em diversas emissoras de rádio do país.

Continue Reading
P