Na manhã deste domingo (10), chuva de gols perdidos do Ceilândia para combinar com a chuva que caiu no estádio Serejão. Esse foi o resumo de Taguatinga 0x0 Ceilândia, pela quarta rodada do Candangão.

O primeiro tempo foi morno ao longo dos 45 minutos, com exceção da bola na trave de Wallace. O início da segunda etapa trouxe mais emoção, com o Ceilândia querendo mais a vitória, mas esbarrando no dia ruim de Wallace e nas mãos do goleiro Diogo. Kabrine também carimbou a trave no segundo tempo, mas balançar a rede que é bom, nada.

Taguatinga e Ceilândia não saíram do zero no chuvoso estádio Serejão – Foto: Marco Antônio Tchefy/Taguatinga EC

O resultado é ruim para o Taguatinga, mas tira o time da zona de rebaixamento e manda o Santa Maria para o Z2. Para o Ceilândia, este empate significa duas partidas sem vencer.

O Gato Preto vai tentar mudar este cenário contra o Brasiliense no próximo domingo (17), no Abadião, às 10h. Já o Taguatinga vai ao Mané Garrincha no sábado (16) para duelar com o Capital, às 16h30.

As duas equipes abusaram de chances no primeiro e segundo tempo, mas a rede não balançou em Taguatinga – Foto: Marco Antônio Tchefy/Taguatinga EC

TAGUATINGA 0-0 CEILÂNDIA
10.02.19 – ESTÁDIO SEREJÃO – TAGUATINGA/DF

Árbitro: Ademário Neves
Público: 275 pagantes
Renda: R$ 2.060,00

Cartões Amarelos: Rodrigo Menezes (Taguatinga); Felipe Marcelino e Wallace (Ceilândia)

TAGUATINGA
Diogo; Amaral (Jô Baiano), Índio, Felipe Lira e Renato; Alex Piauí, Leandro Lima (Weslley Brasília), Rodrigo Menezes e Jhonatan; Jean Felipe e Kelvin .
Técnico: Ricardo Antonio

CEILÂNDIA
Victor Brasil; Murilo, Cocada, Felipe Marcelino (Jefferson) e Kabrine; Helinho, Michel Jardim e Gago; Formiga, Wallace e Caio Miranda (Gabriel).
Técnico: Jairo Araújo

Compartilhar