Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Sai, zica! Formosa vence a primeira em casa e rebaixa Cruzeiro para a Série B

Escrito em

Neste domingo (20), o Formosa venceu o Cruzeiro, em casa, por 1×0 e garantiu – matematicamente – a permanência na primeira divisão do Campeonato Brasiliense.

Em um jogo de muita intensidade no primeiro tempo e cadência no segundo, o Formosa dominou a equipe cruzeirense e somou os primeiros três pontos no estádio Diogão.

O Jogo
O Formosa começou a partida a mil. Imprimindo velocidade e volume de jogo, o Tsunami do Cerrado abriu o placar logo aos 14 minutos. Em um contra-ataque rápido, o meio-campo Juninho estufou a rede para o time da casa.

Continuando a pressão, o Formosa acertou o travessão minutos após o gol. Completamente dominado, o Cruzeiro praticamente não criou nenhuma oportunidade de gol no primeiro tempo. Mas mesmo pressionado, conseguiu segurar o 1×0 até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo caiu de produção. O Formosa ainda comandava a partida, teve chances para ampliar o placar, mas o sol forte forçou as equipes a diminuírem o ritmo. Depois do primeiro gol, a pontaria do Tsunami do Cerrado pareceu ter piorado.

Já do meio para o final do jogo, quando esquema tático já não existia por conta do cansaço, o jogo ficou mais equilibrado. Os cruzeirenses chegaram com perigo até a área do Tsunami do Cerrado, mas sem sucesso, deixando a vitória para o time goiano.

A vitória foi muito importante para o Formosa, que além de garantir a permanência na elite do futebol candango, aumentou as chances de classificação para a próxima fase do campeonato. Com o resultado positivo, a equipe chegou a 10 pontos e ganhou duas posições, ultrapassando Santa Maria e Brasília e foi para a 8ª posição. Já o Cruzeiro confirmou o rebaixamento para a segunda divisão candanga de 2017.

CAMPEONATO BRASILIENSE – 9ª RODADA
FORMOSA 1-0 CRUZEIRO/DF

Público: 783 pagantes
Renda: R$ 4.230,00
Cartões Amarelos:
Bryan Mera (Formosa); Marlon, Rodrigo, Mateus (Cruzeiro)

FORMOSA:
Márcio Fernandes; Preto Marabá, Jean, Amaral e Brunão; André Luiz (Léo Duarte), Alex, Juninho (Diego Brito) e Igor; Fabry Caicedo e Bryan Mera (Franklin).
Técnico: Lucas Oliveira

CRUZEIRO:
Marlon (Vinícius); Klein, Caio, Augusto e Thiaguinho; Vitino, Rodrigo, Mateus e Renato; Ênio (Thiago Souza) e Handerson.
Técnico: Antônio Caputo

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P