Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Presidente do Gama deixa reunião no BRB em protesto a atitudes do rival

Escrito em

Formosa x Gama

Na tarde desta segunda-feira (6), a secretária de Esportes, Celina Leão, realizou uma reunião com representantes da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), dirigentes dos clubes que representarão o DF na série D este ano, Brasiliense e Gama, além de integrantes do Banco de Brasília (BRB).

Na reunião, foi fechada uma parceria de patrocínio entre a secretaria de Esportes e o BRB, que viabilizará R$ 6 milhões, entre 2020 e 2022, para investimento no futebol candango. As equipes que disputam o Candangão, bem como o futebol feminino e o futebol amador, serão beneficiados com a verba pelos próximos dois anos.

Porém, a paz não reinou no encontro realizado nesta segunda-feira para selar o investimento estatal no futebol do DF. Segundo o jornalista Marcos Paulo Lima, do Correio Braziliense, o presidente do Gama, Weber Magalhães, não quis ficar na reunião. O dirigente apenas chegou ao local e informou que não participaria do encontro, devido a presença da diretora do Brasiliense, Luíza Oliveira, e em protesto à contratação de dois jogadores do Gama pelo jacaré.

“Fui até a sede do banco em respeito à secretária de Esporte, Celina Leão, aos representantes do BRB e da Federação (de Futebol do Distrito Federal), mas avisei que não sentaria à mesa com o Brasiliense e fui embora”, disse o presidente ao colunista.

Em entrevista ao site Distrito do Esporte, Luíza Oliveira comentou sobre o mal-estar. “Ele não participou e fez protesto contra o Brasiliense por conta dos jogadores. Agora, se foi por isso, eu não sei. Quem sabe tem algum outro problema com BRB”, insinuou.

O Gama é o atual líder do Candangão 2020, com 28 pontos ganhos e 31 gols positivos de saldo. O Brasiliense tem os mesmos pontuação e saldo, mas o alviverde está na frente pelo critério de gols pró (39 a 38).

Continue Reading