O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) emitiu uma recomendação no último mês de setembro, mas divulgada apenas na última segunda-feira (08), para que a secretaria de Esportes e a Federação de Futebol do DF atendam normas do Estatuto do Torcedor.

Segundo o MP, de acordo com o Estatuto, é direito do torcedor ter o ingresso numerado para acompanhar qualquer evento nos estádios de futebol e ocupar o local determinado no bilhete. No entanto, na capital federal, e ao menos no estádio Nacional Mané Garrincha, isso não tem ocorrido.

O texto da recomendação também solicita à secretaria de Esportes que peça um cheque caução ou outra garantia aos promotores de eventos no estádio Nacional Mané Garrincha, para que as atividades sejam realizadas. O objetivo é assegurar a manutenção do estádio e reparos que possam ser feitos devido a possíveis danos no local.

A partir da recomendação do MPDFT, torcedores deverão ocupar assentos determinados no ingresso, não sendo permitida a troca – Foto: Brito Junior/Agência EB

Os órgãos tem até o dia 25 para informar as providências que foram adotadas. A secretaria de Esportes, por meio da assessoria de comunicação, informou que fará todos os esforços para o cumprimento da recomendação. Já a FFDF, também por meio da assessoria de comunicação, garantiu que vai repassar a orientação aos clubes, principalmente os que vêm de fora, pois são os responsáveis pela confecção dos ingressos.

A entidade máxima do futebol candango também vai reencaminhar a recomentação à CBF, para ciência da Confederação. Segundo a FFDF, a federação não tem qualquer responsabilidade sobre o assunto.