Na tarde deste domingo, a partir das 16 horas no estádio Serra do Lago, em Luziânia/GO, cidade do Entorno do Distrito Federal, o Luziânia receberá o Operário/MS no jogo da volta da primeira fase da Copa Verde 2017.

No jogo da ida, no Morenão, em Campo Grande no Mato Grosso do Sul, aconteceu empate em 1 a 1. Com isto, o Operário joga por empate acima a partir de 2 a 2. O Luziânia se classifica caso empate em 0 a 0. Quem vencer continuará na competição e enfrentará o vencedor do confronto entre Cuiabá e Rondoniense.

A Esportes Brasília e a Luziânia FM 98,1 transmitem o jogo entre Luziânia e Operário a partir das 15:15. Acompanhe no www.esportesbrasilia.com.br e nos aplicativos.

LUZIÂNIA
Depois da saída do técnico Ricardo Antonio, ele que foi campeão pelo azulino do Entorno do DF por duas vezes no Candangão, coube a Evilásio de Almeida para comandar a equipe. No campeonato do DF o time vem de reabilitação ocupando a quinta posição, com 12 pontos ganhos.

Para este confronto diante do Operário/MS a tendência é que a equipe seja a mesma que iniciou a partida frente o Paracatu, na quinta-feira, vitória por 1 a 0.

OPERÁRIO
Os comandados do técnico Celso Rodrigues chegou ao Distrito Federal no sábado e conta com retornos de atletas que não atuaram na quarta-feira.

A novidade foi o retorno do atacante Rodrigo Grahl, que ficou de fora da partida do fim de semana, como também do goleiro França, e os meias Eduardo Arroz, Agnaldo e Wilson que não enfrentaram o Costa Rica pelo campeonato sul mato-grossense.

COPA VERDE – PRIMEIRA FASE
LUZIÂNIA x OPERÁRIO/MS
19.03.2017 – 15.30 – ESTÁDIO SERRA DO LAGO – LUZIÂNIA/GO

Arbitro: Rudimar Goltara (ES)
Assistentes: Edson dos Santos e Carlos Eduardo Depizzol (ES)
Quarto árbitro: Sávio Sampaio (DF).

LUZIÂNIA:
Sid; Amaral, Cauê, Perivaldo e Rodriguinho Santos; Thompson, Castro Junior, Robinho, Renatinho; Dan e Laecio (Alex)
Técnico: Evilásio de Almeida

OPERÁRIO/MS:
França; Paulinho, Fábio, Bruno e Luís Jorge; Eduardo Arroz, Wilson, Agnaldo, Leandro Dizi; Rodrigo Gral e Igor.
Técnico: Celso Rodrigues.

Compartilhar