Em partida válida pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão, o Fluminense venceu o Corinthians pelo placar mínimo no estádio Mané Garrincha, em Brasília. A diretoria do time carioca decidiu vender o mando para conseguir pagar parte dos salários atrasados. Enquanto o tricolor lutava para deixar a zona de rebaixamento, o alvinegro paulistano buscava reconquistar seu lugar no G4.

Profecia

No aquecimento, Cássio tomou uma bolada e teve que ser atendido pela comissão técnica corintiana. Era apenas um leve presságio que o dia não seria dos melhores pro goleiro.

O jogo

A equipe paulista começou buscando o jogo e marcando pressão buscando levar algum perigo ao seu adversário. E até chegou a assutar, principalmente com bolas aéreas de Gil e Gustavo. O tricolor carioca trocava passes quando tinha a bola no pé, mas não conseguiu ser muito efetivo em seus ataques. As faltas eram os principais meios de ataque dos times.

Após a pausa para água devido ao calor intenso e à baixa umidade, Ganso chutou de longe e Cássio falhou feio. Assim o Flu abriu o placar e pôde ter mais tranquilidade em campo.

Houve uma grande queda no nível do jogo no começo do segundo tempo. Assim como na primeira etapa, as equipes procuravam atacar, mas sem criar grandes chances.

Fábio Carille tentou fazer o Timão ser mais ofensivo colocando Jádson, Love e Boselli, perdendo assim um de seus volantes com a saída do Gabriel. Muriel apareceu bem nos poucos lances de perigo corintiano, mas o placar continuou inalterado.

Panorama

Com a vitória, o Fluminense saiu do Z4 e, no processo, deixou o Cruzeiro na zona de degola, enquanto o Corinthians perdeu a quarta posição para o Internacional. 15.733 pessoas pagaram ingresso em Brasília, gerando, assim, 1.444.560 reais de renda.