Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Flamengo sai na frente, mas cede empate ao Vasco no Mané Garrincha

Escrito em

Colaborou Rafael de Carvalho

Em mais um clássico emocionante, Flamengo e Vasco empataram por 1×1 na noite desta quarta-feira (30) no Mané Garrincha. O jogo, válido pela quarta rodada do Cariocão, teve todos os grandes elementos do clássico: briga, boas chances de gols e muita emoção. Marcelo Cirino marcou para o Flamengo e Riascos empatou para o cruz-maltino.

Árbitro carioca Wagner do Nascimento teve que entrar em ação em várias partes do jogo para conter ânimos de flamenguistas e vascaínos - Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

Árbitro carioca Wagner do Nascimento teve que entrar em ação em várias partes do jogo para conter ânimos de flamenguistas e vascaínos – Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

O Jogo
Desde que a bola rolou no Mané Garrincha, já deu para ver que o confronto desta quarta-feira seria um grande jogo. E os primeiro 45 minutos provaram isso, pois ambos os times criaram várias chances de gols, mas nenhuma como a perdida por Paolo Guerrero aos 22 minutos, que salva pelo goleiro Martin Silva.

O atacante peruano teve duas chances seguidas, à queima-roupa, em frente ao goleiro vascaíno, mas Martin Silva conseguiu fazer duas boas defesas. O detalhe é que ambos tinham jogado um dia antes pelas respectivas seleções (Peru e Uruguai) e pegaram voos fretados para conseguir jogar o clássico.

Mas, por falar em Guerrero, no primeiro tempo também tivemos mais uma cena da novela entre o atacante peruano e o zagueiro Rodrigo, após provocações entre ambos, o atacante rubro-negro perdeu a cabeça e deu um soco no rosto do zagueiro cruz-maltino, lance passível de expulsão, mas que a arbitragem não viu.

Do banco para os braços da galera
Para o clássico ficar completo só faltava uma coisa: gols. E os técnicos dos dois times logo trataram de solucionar esse problema. Pelo lado do Flamengo, entrou o atacante Marcelo Cirino, que aos 33 minutos do segundo tempo, deu fim ao jejum de 467 minutos de gols do Flamengo e marcou o primeiro gol em clássicos em toda a carreira, após cabeçada no contrapé do goleiro Martin Silva, abrindo o placar para o rubro-negro carioca.

Marcelo Cirino (7) entra no segundo tempo e abre o placar para o Flamengo - Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

Marcelo Cirino (7) entra no segundo tempo e abre o placar para o Flamengo – Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

Mas nem deu muito tempo da torcida flamenguista comemorar, pois Riascos, que também veio do banco, logo tratou de empatar a partida, aos 36 minutos. Após cobrança de escanteio, o atacante subiu no terceiro andar e cabeceou a bola para o fundo da rede rubro-negra.

Riascos empata o jogo para o Vasco na reta final do segundo tempo - Foto: Carlos Teixeira Campina?Agência EB

Riascos empata o jogo para o Vasco na reta final do segundo tempo – Foto: Carlos Teixeira Campina?Agência EB

O Flamengo ainda teve a chance de sair com a vitória, aos 45 minutos, mas Willian Arão, dentro da pequena área, perdeu a chance de fazer o gol da vitória rubro-negra.

Com o empate, o Vasco segue líder isolado do Cariocão, com 10 pontos, e ainda mantem a invencibilidade em cima do Flamengo, que dura desde o campeonato do ano passado. Já o Flamengo ocupa a sexta posição, com cinco pontos, e hoje estaria fora das semifinais da competição.

Flamengo perdeu uma chance incrível com Willian Arão no último minuto de partida - Foto: Reprodução/SporTV

Flamengo perdeu uma chance incrível com Willian Arão no último minuto de partida – Foto: Reprodução/SporTV

A equipe rubro-negra volta a campo para enfrentar o Botafogo neste sábado, em Juiz de Fora (MG). Já o próximo compromisso do Vasco é contra o Volta Redonda, domingo, em São Januário.

CAMPEONATO CARIOCA
FLAMENGO 1-1 VASCO

Público: 26.917 presentes (23.938 pagantes)
Renda: R$ 1.636.100,00
Cartões amarelos: Jorge, Márcio Araújo, Paolo Guerrero (Flamengo); Martin Silva, Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Diguinho, Jorge Henrique (Vasco)

FLAMENGO
Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Marcio Araújo, Willian Arão e Ederson (Alan Patrick); Gabriel, Paolo Guerrero e Emerson Sheik (Marcelo Cirino).
Técnico: Muricy Ramalho

VASCO
Martin Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Diguinho), Andrézinho e Nenê; Jorge Henrique (Caio Monteiro) e Thalles (Riascos).
Técnico: Jorginho

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P