Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Em jogo marcado por confusão, Brasiliense e Goiás não saem do zero do Serejão

Escrito em

Ofuscado por confusão entre as torcidas nas imediações do Serejão, Brasiliense e Goiás empataram por 0x0 pela partida de ida da Copa Verde. Agora, o jacaré terá que buscar a classificação para as quartas de final da competição no estádio da Serrinha, em Goiânia/GO.

O jogo

O começo da partida foi de estudos para as duas equipes. O primeiro ataque foi do Brasiliense com Romarinho por volta dos cinco minutos do primeiro tempo. O camisa 20 do Jacaré cabeceou no primeiro poste e Marcelo Rangel fez bonita defesa.

O equilíbrio foi a tônica dos primeiros quarenta e cinco minutos de jogo. O tempo seco e a temperatura elevada contribuíram para a queda de intensidade da partida após os 30 primeiros minutos.

Fora do estádio, a torcida organizada do Brasiliense foi protagonista de mais um triste incidente. A torcida amarela atirou pedras no ônibus da torcida do Goiás enquanto os fanáticos estavam chegando ao Serejão. A Polícia Militar do Distrito Federal teve trabalho para dispersar a confusão. Bombas de efeito moral, bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha foram utilizadas. Até um helicóptero da PMDF foi acionado. A torcida do Goiás só conseguiu entrar no estádio aos 10 minutos do segundo tempo.

O segundo tempo começou com boa chance do Jacaré na cobrança de falta de Edno. O camisa 11 obrigou o goleiro Rangel a fazer bonita defesa. No rebote, a bola pererecou na pequena área e Jobson não conseguiu botar pra dentro.

Aos 20 minutos, China descolou um belo cruzamento para Romarinho, que cabeceou na trave esquerda do goleiro Rangel. O Brasiliense, à esta altura, se fechava bem e especulava o contra-ataque.

O Goiás chegou ao gol do Brasiliense em uma sequência de escanteios aos 25 minutos. Renatinho cobrou dois escanteios perigosíssimos pelo lado esquerdo do gramado, mas Edmar Sucuri salvou a pátria amarela.

Após excelente jogada de Elcarlos, que entrou na vaga de Jobson, Heron fez falta para parar o contra-ataque candango aos 37 do segundo tempo e foi expulso de campo. Na cobrança, China bateu no ângulo e obrigou Marcelo Rangel a fazer uma defesa espetacular.

O goleiro esmeraldino seguiu fazendo milagres. No escanteio após a falta, o arqueiro goiano operou outro milagre em chute à queima roupa. A equipe da casa ainda ensaiou uma pressão no final do jogo, mas sem sucesso.

Brasiliense e Goiás não saíram do zero a zero e a decisão ficou para a próxima quarta-feira (21), às 16h, no estádio Haile Pinheiro, em Goiânia/GO.

COPA VERDE – OITAVAS DE FINAL
BRASILIENSE 0-0 GOIÁS
ESTÁDIO SEREJÃO – TAGUATINGA/DF

Público: 833 pessoas
Renda: R$ 7.010

Cartões Amarelos:
Lúcio, Edno, David Manteiga, Elcarlos (Brasiliense)
Heron, Geovane, Marcelo Hermes, Renatinho, Giovany Bariani, Ricardo Verza (Goiás)

Cartão Vermelho:
Heron (Goiás)

BRASILIENSE
Edmar Sucuri; Gabriel, Lúcio, Badhuga e China; Yves, David Sacconi (Tchô), Julen Sandy (David Manteiga) e Romarinho; Jobson (Elcarlos) e Edno.
Técnico: Ricardo Antônio

GOIÁS
Marcelo Rangel; Yago Rocha, Iago Mendonça, Heron e Marcelo Hermes; Geovane, Marcinho, Jean Carlos (Léo Sena) e Giovanny Bariani (Kaio); Renatinho e Rafael Moura.
Técnico: Lauro Martins

Gabriel Spies é jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e é comentarista das transmissões de rádio e televisão da Esportes Brasília.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P