Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Elenco do Gama entra em greve e diretoria pede 48 horas para resolver

Escrito em

Formosa x Gama

A pandemia do Covid-19 tem afetado várias áreas da economia em amplitude mundial. Uma área que também foi atingida foi a do esporte. Mais especificamente a do futebol, com vários clubes brasileiros sofrendo com a crise provocada por esta pandemia. No Distrito Federal, o elenco da Sociedade Esportiva do Gama acabou entrando em greve na tarde desta segunda-feira (03). A reivindicação dos atletas é o pagamento de salários atrasados do elenco. 

Conforme manifestação dos jogadores gamenses nas redes sociais, o grupo aguardou até a data de 02 de agosto na expectativa de que recebessem parte dos salários atrasados. Como não foi feito o repasse por parte da diretoria gamense, os atletas decidiram entrar em greve até que seja paga uma parte dos salários. 

O presidente do Gama, Weber Magalhães, opinou sobre a paralisação dos jogadores: “Acho muito justo os atletas reivindicarem seus direitos por salários atrasados. Nós estávamos buscando resolver a situação antes desta pandemia com um empréstimo vindo do exterior. Infelizmente esta pandemia acabou atrasando toda nossa negociação. Nos reunimos na tarde desta segunda-feira com o elenco e colocamos a situação aos atletas. Pedimos um prazo de 48 horas para buscarmos uma solução de imediato”, disse, ao portal Futebol Interior

Sobre um horizonte para resolver a questão financeira gamense, Weber Magalhães afirmou que está correndo atrás de uma solução para apresentarmos aos atletas até, no máximo, quarta-feira à tarde. “Queremos que eles voltem a treinar na quinta-feira e estarem preparados para o jogo de sábado frente o Real Brasília. Esta situação não é só no Gama. Grandes clubes brasileiros também estão passando por isso. Temos que resolver esta questão o mais rápido possível. Agradeço muito aos atletas pela compreensão que estão tendo com esta situação. A negociação com o Banco de Brasília não avançou. Não discutimos nenhum valor”, ressaltou. 

Em relação à saída de atletas do Gama, o presidente comentou que entende a situação, pois são profissionais. O volante Wagner Balotelli e o meia atacante Luquinhas foram para o Brasiliense. Já Jéferson Maranhão deixou o Gama, mas seu destino não foi revelado.

O alviverde também estará nas disputas da Série D do brasileiro. O verdão candango está no grupo A6 da competição nacional. A estreia será fora de casa, frente ao Atlético de Alagoinhas, na Bahia.  

Natural de Pelotas/RS, Sérgio Porto é jornalista com passagem pelas rádios Planalto AM, Clube AM, Nossa FM, Jovem Pan Brasil e DF10, parceira da Esportes Brasília. Também atua como repórter freelancer em diversas emissoras de rádio do país.

Continue Reading