Siga Nossas Redes Sociais

Copa América 2021

Uruguai vence Paraguai e se livra do Brasil no mata-mata na Copa América

Escrito em

O clássico da rodada na Copa América foi entre Uruguai e Paraguai nesta segunda-feira (28), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. No fim dos 90 minutos, melhor para os uruguaios, que venceram por 1 a 0, com gol de pênalti de Cavani, em uma partida bastante disputada.

A pressão era maior para a seleção de Tabárez, pois, se não vencesse, o adversário das quartas de final seria o Brasil. Com o resultado, os paraguaios enfrentam o Peru na próxima sexta-feira (02.07, no estádio Olímpico, em Goiânia/GO, às 18 horas, enquanto “La Celeste” jogará contra os colombianos no sábado (03.07), no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, às 19 horas.

Arrascaeta brilha

A seleção uruguaia começou a partida com muita vontade e chegou rapidamente ao gol adversário. Cavani e Arrascaeta desperdiçaram boas chances, aos três minutos e aos quatro minutos, respectivamente. Já aos sete, o jogador do Flamengo quase abriu o placar chegando cara-a-cara com Silva. O goleiro paraguaio ainda tocou na bola antes dela bater na trave e passar pela linha de fundo.

A vitória ficou muito próxima quando, aos 18 minutos, Nández sofreu falta de Ángel Romero dentro da área. Na cobrança, Cavani bateu bem demais e abriu o placar. Aos 32 minutos, Óscar Romero entrou no lugar de Almirón, que sentiu uma lesão na coxa. Os paraguaios não conseguiram incomodar Muslera.

Paraguai melhora, mas erra demais

Com algumas mexidas feitas por Berizzo, o Paraguai até incomodou mais no segundo tempo, Porém, deu muito espaço para os uruguaios ampliarem o placar. Houve um gol bem anulado de cabeça de Óscar Romero aos seis minutos, pois estava em posição irregular.

As melhores jogadas tiveram a participação de De La Cruz e Cavani, que deixou o campo aos 22 minutos para entrada de Luis Suárez, poupado pelo técnico. O maior artilheiro da seleção uruguaia incomodou desde o primeiro minuto após entrar, mas parou algumas vezes no goleiro Silva.

O último perigo foi aos 44 minutos, quando Giménez derrubou Martínez muito próximo a linha da grande área de Muslera. O VAR ainda analisou a possibilidade de penalidade máxima. Entretanto, a falta foi confirmada fora da área e Martínez desperdiçou a melhor chance da seleção.

Copa América – Grupo A – 5ª Rodada
Uruguai 1-0 Paraguai
28/06/21 – Estádio Nilton Santos (Engenhão) – Rio de Janeiro/RJ

Arbitragem: Raphael Claus (BRA).
VAR: Wagner Reway (BRA).

Cartões Amarelos:
Alderete e Junior Alonso (Paraguai)

Uruguai
Muslera, Nández, Giménez, Godín (Coates) e Viña; Valverde (Torreira), Vecino (Cáceres) e Bentancur; Giorgian De Arrascaeta (Facundo Torres), Cavani (Luis Suárez) e De La Cruz.
Treinador: Oscar Tabárez.

Paraguai
Antony Silva, Espínola (Héctor Martínez), Rojas, Júnior Alonso e Alderete; Villasanti, Giménez (Richard Sánchez), Ángel Romero, Samudio (Cubas), Almirón (Óscar Romero) e Ávalos (Carlos González).
Treinador: Eduardo Berizzo

Continue Reading