Na tarde do último sábado (12), o Gama enfrentou o Ceilandense em jogo-treino procurando ajustar o time para o Candangão 2019. Com jogo truncado no CT Ninho do Periquito, a partida terminou em 1×0 para o alviverde.

O confronto foi acirrado do início ao fim. Com o time bem postado defensivamente, o Ceilandense conseguiu segurar o Gama no primeiro tempo. O time alviverde tinha um bom toque de bola e por várias vezes chegou ao ataque, mas pecava nas finalizações e não conseguia abrir o marcador.

O técnico Vílson Tadei buscou testar todo o elenco. Para começar jogando, colocou o time em campo da seguinte forma: Rodrigo Calaça; Alex Santos, Lúcio, Emerson, Mário Henrique; Tarta, Gilsinho, Norton, Vítor Xavier; Jéferson Maranhão e Nunes. Já na segunda etapa, o comandante mudou 10 dos 11 titulares: Rodrigo Calaça; Felipe Tavares, João Paulo, Gustavo, Cleidson; Lucas Dias, Wagner, Wanderson, Wisman; Júlio César e Betinho.

No segundo tempo, o Ceilandense seguiu se defendendo bem, até os 29 minutos. Foi quando o árbitro marcou pênalti para os donos da casa. Betinho, que entrou no lugar do lesionado Nunes, bateu e fez: Gama 1×0 Ceilandense.

Nunes saiu machucado do duelo, mas não deve ser problema para a temporada. Foto: Douglas Oliveira / SE Gama

Após o apito final, o técnico Vilson falou sobre a fase de preparação da equipe para o Candangão. “Em todos os jogos que fizemos, a equipe criou muitas possibilidades. Temos que melhorar o índice de aproveitamento. A partir do momento em que a gente melhorar isso, vamos chegar no ponto ideal”, disse o treinador, se referindo também às várias chances de gol perdidas.

O Gama terá mais um amistoso de preparação antes de estrear no Candangão. O alviverde enfrenta o Taguatinga no próximo domingo (20), às 17h, no estádio Bezerrão.