Foto: Gustavo Roquete/Capital CF

A tarde começou de maneira tranquila para as duas equipes. Qualquer que fosse o resultado, ambas estariam classificadas para a segunda fase da competição. O que estava em jogo era quem seria o adversário no mata-mata. E valia bastante, já que um dos dois teria o Gama, invicto desde 2018, pela frente.

Nesse quesito, era importantíssima a vitória. Pela frente, dependendo do resultado entre Luziânia e Ceilândia, estariam Gama, Brasiliense ou Real DF. Os dois primeiros, claro, são amplos favoritos ao título e dificultariam, ainda mais, a vaga para a terceira fase.

Dessa maneira, e jogando como mandante, o Capital não tomou conhecimento do Sobradinho e aplicou uma goleada por 4×0. Apesar disso, o primeiro tempo terminou com um placar magro, apenas 1×0. Américo recebeu pela direita e bateu cruzado, sem chances para Uoston.

E, claro, que você já está pensando em como passeou a equipe azul no segundo tempo. Logo aos quatro, Romário chutou forte para ampliar o placar. Ele ainda marcaria aos 37 minutos. Entre os tentos do camisa 6, Vitão marcou o terceiro da Coruja em seu primeiro toque na bola.

Agora, com o Candangão suspenso, as equipes ainda não sabem quando voltam a campo. O que se sabe é que o Capital, sexto colocado, enfrenta o Real DF, o segundo. Enquanto isso, o Sobradinho enfrenta o Gama, que fez a melhor campanha na primeira fase.

CAMPEONATO CANDANGO – 11ª RODADA
CAPITAL 4×0 SOBRADINHO
18/03/2020 – ESTÁDIO MANÉ GARRINCHA – BRASÍLIA-DF

Árbitro: Gildevan Lacerda
Assistente 1: Lehi Sousa Silva
Assistente 2: Robson Barbosa Leite
Quarto Árbitro: Pedro Alves de Oliveira

Cartões Amarelos: Ivan (Capital)Felipe Erthal (Sobradinho)
Cartões Vermelhos: Não teve.

Gols: Americo, aos 43 minutos do primeiro tempo; Romario, aos 04 e aos 37, e Vitão, aos 24 minutos do segundo tempo.

CAPITAL
Michael; Ivan, Guilherme, Dão, Romário; Juan, Werick, Maicom e Paulinho Mossoró (William); Felipe (Vitão) e Americo (Jadelson).
Técnico: Marquinhos Carioca

SOBRADINHO
Uoston; Wesley, Felipe Erthal, Felipe Marcelino e Matheus; Caio, Gabriel Vitor, Douglas e Dimas; Danilo e Guilherme
Técnico: Luis dos Reis