Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Brasília já respira o clássico de nº 61 entre Brasiliense x Gama na quarta-feira

Escrito em

Gama x Brasiliense

Enfim chegaram as esperadas partidas finais do Candangão 2020. Real Brasília, Formosa, Luziânia, Sobradinho, Taguatinga e Capital tentaram quebrar a hegemonia dos tradicionais Brasiliense e Gama no Campeonato Brasiliense, mas, no último domingo, foram definidos Gama e Brasiliense mais uma vez como finalistas do Candangão 2020.

O Gama continua imbatível desde março de 2018, com 33 jogos sem perder. Foram 28 vitórias e cinco empates do alviverde candango comandado por Vilson Tadei. Já o Brasiliense de Márcio Fernandes, perdeu no domingo para o Real Brasília de virada, por 2 a 1, e se classificou pela melhor campanha na primeira fase da competição.

Como não teremos a presença do torcedor, tudo em função da pandemia da Covid-19, o primeiro confronto será na quarta-feira, a partir das 11h, no estádio Nacional Mané Garrincha. O jogo da volta será no sábado, a partir das 16h, no estádio Bezerrão, na cidade do Gama.

O Brasiliense e o Ceilândia foram as duas equipes que não assinaram o acordo com emissoras de televisão para a transmissão de seus jogos. Por conta disso, o primeiro confronto da final não terá transmissão por TV aberta.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO CLASSICO VERDE AMARELO DO DF

Brasiliense e Gama já se enfrentaram 60 vezes. Foram 20 vitórias do Jacaré, 19 vitórias do Periquito, além de 21 empates. O Esquadrão Amarelo marcou 72, enquanto o Verde anotou 63. No último confronto, dia 15 de fevereiro no Serejão, vitória do Gama por 2 a 1, com gols de Luquinhas, que agora está do outro lado, e Tarta, com Manoel marcando para o Brasiliense.

O técnico do Brasiliense era Mauro Fernandes, que acabou deixando o clube de Taguatinga e o técnico Gamense foi Vilson Tadei. Antes do início da partida, as duas equipes sentaram no gramado em protesto pela falta de apoio do Governo do Distrito Federal na época.

O primeiro confronto entre as duas equipes aconteceu no dia 28 de fevereiro de 2001, com vitória do Brasiliense por 3 a 1. O alviverde era treinado por Vanderlei Paiva e Joãozinho comandava o Jacaré.

Gama e Brasiliense já se enfrentaram por seis oportunidades em disputas de títulos candangos. Cada equipe conquistou três títulos. Enquanto o primeiro venceu doze, das vinte oportunidades, o segundo levantou o caneco em nove ocasiões, das catorze que tentou.

Natural de Pelotas/RS, Sérgio Porto é jornalista com passagem pelas rádios Planalto AM, Clube AM, Nossa FM, Jovem Pan Brasil e DF10, parceira da Esportes Brasília. Também atua como repórter freelancer em diversas emissoras de rádio do país.

Continue Reading