A rivalidade entre Gama e Brasiliense continua bastante acirrada. Os dois clubes têm buscado o crescimento do futebol do Distrito Federal. Porém, as torcidas das duas agremiações não aceitam que um time esteja melhor que o outro, em função da grande competição entre ambos.

Quando um atleta deixa o clube e vai para o arquirrival, então é que os ânimos das duas torcidas ficam agitados. A notícia que circula no futebol do Distrito Federal é que o atacante Nunes, 36 anos, que já teve uma passagem meteórica pelo Gama na série B de 2007 e esteve por duas temporadas no Brasiliense, pode chegar ao alviverde candango na segunda-feira, dia 3 de dezembro, data de apresentação oficial da equipe.

Nunes acabou não acertando o retorno ao Brasiliense para 2019. O atleta comentou ao repórter Romer Borges, da Rádio DF10, que tem interesse de atuar pelo Gama e que o clube também está interessado. As negociações continuam.

O Gama é o maior detentor de títulos do Distrito Federal, com 11 conquistas, e o Brasiliense tem nove títulos do futebol candango. O Gama só tem o Candangão no calendário esportivo de 2019. Já o Brasiliense tem Copa Verde, Copa do Brasil, Série D e Candangão.

O atacante Nunes era titular do Brasiliense no clássico frente ao Gama em 2017, no estádio Bezerrão, no empate em 1×1. A partida teve uma verdadeira batalha campal, com invasão de campo por parte das duas torcidas. O atacante Nunes foi acusado de ter um desentendimento com o lateral Dudu Gago, do Gama. Os dois foram expulsos. Além disso, dez jogadores foram punidos na oportunidade pelo Tribunal de Justiça Desportiva do DF.

Compartilhar