Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Após longa paralisação, Formosa perde para time da terceira divisão goiana

Escrito em

Formosa

Depois de mais de três meses paralisado, o Formosa entrou em campo na tarde desta quarta-feira, no estádio Diogão, para enfrentar a Associação Esportiva Evangélica e não conseguiu vencer a partida amistosa. O time da terceira divisão goiana fez os dois gols da vitória por 2×0 no segundo tempo, com Léo, aos 23 minutos, e Caique, aos 46.

Enquanto o Formosa espera a volta do Candangão, no dia 08 de agosto, a Evangélica espera a disputa da terceira divisão do Goianão. Em 2019, a equipe caiu para o Mineiros em um placar agregado de 5×1.

Vale lembrar que o Tsunami do Cerrado terminou a primeira fase do Candangão 2020 na quarta posição, com 19 pontos, e enfrentará o Taguatinga, quinto colocado, na fase quartas de final da competição local. O técnico Heli Carlos aproveitou para testar os jogadores que se apresentaram no início da semana. Por isso, colocou, praticamente, todos os atletas que estavam a disposição.

O primeiro gol da partida foi marcado por Léo, aos 23 minutos do segundo tempo. Ronaldinho bateu escanteio, a bola passou por todo mundo e caiu para o lateral direito, que, de joelho, empurrou a bola para abrir o placar.

Já no final do jogo, o Formosa sofreu o golpe final. Elton, que vinha fazendo uma boa partida, levantou demais o pé após uma dividida, acertando o meia Robinho. Além do pênalti, o zagueiro levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Caique bateu no canto, sem dar chances para o goleiro Mateus, e fechou o placar.

Após o jogo, Heli Carlos avaliou como positiva a atuação da equipe e já pensa nas quartas de final do Candangão: “Estamos com sete dias de treinamento. É normal, faz parte, os meninos da Aseev vem com muita vontade e fizeram um bom jogo. A gente vai dar prosseguimento para a gente busca o nosso objetivo porque o importante é contra o Taguatinga”, disse.

Heli Carlos escalou o Formosa com Lennon; Andrezinho, Elton, Mário Paiva, Rafinha; Éverton Cézar, Zé Wilson, Marcos Paullo, Caio Carioca; Michel Paulista, Cardoso.

Continue Reading