Visando uma boa campanha no NBB 11, que terá início no meio de outubro, o Universo/Brasília segue se mexendo para montar uma equipe competitiva. Nesta terça-feira (28), a equipe brasiliense anunciou três reforços. O ala Rafa Moreira, o pivô Rod Gonçalves e o porto-riquenho Ricky Sánchez chegam para somar experiência no time comandado por André Germano.

Aos 31 anos, essa é a primeira vez de Ricky atuando no basquete brasileiro. Em 2014, ele até chegou a ser cogitado no São José, mas o negócio não se concretizou. Com 2,11m, o ala/pivô participou do Draft da NBA em 2005, quando foi selecionado pelo Portland Trail Blazers. Porém, não chegou a jogar na elite do país, atuando somente no Idaho Stampede, equipe que disputa a NBA G League, liga de desenvolvimento da NBA. Com a equipe do noroeste dos Estados Unidos, Sánchez se sagrou campeão do torneio em 2007/2008. Nos 25 jogos que disputou, obteve uma média de 7.3 pontos por jogo.

Titular da seleção porto-riquenha desde 2007, Ricky participou da equipe que foi medalha de prata no Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na ocasião, a equipe perdeu a final para o Brasil. Aos 31 anos, essa é a primeira vez de Ricky atuando no basquete brasileiro. Em 2014, ele até chegou a ser cogitado no São José, mas o negócio não se concretizou.

Porto-riquenho Ricky Sanchez chega ao Universo Brasília para o NBB11 - Foto: Divulgação
Porto-riquenho Ricky Sanchez chega ao Universo Brasília para o NBB11 – Foto: Divulgação

Já o ala Rafa Moreira, com 1,85m, é outro que desembarca para defender as cores do Universo Brasília. Aos 26 anos, o atleta disputou a Liga Ouro pelo São José no ano passado. Mesmo assim, ele acumula 91 jogos de NBB, com um aproveitamento de 43% de pontos convertidos. Já na equipe paulista, em 23 jogos, Moreira conseguiu 79 rebotes.

Também com um vasto currículo internacional, Rod Gonçalves, de 31 anos, apesar de não ser estrangeiro, retorna ao basquete brasileiro depois de cinco anos. O pivô rodou por México, Argentina e Uruguai, último país em que o jogador de 2,00m atuou. Único brasileiro do Auriblanco, em 17 partidas, ele manteve uma média de 9,94 rebotes por jogo, além de uma média de 18 pontos. No Brasil, atuou pelas categorias de base do São Caetano do Sul, SP.

O primeiro treino do Universo está marcado para o dia 1º de setembro. A estreia da equipe brasiliense no NBB 11 será no dia 15 de outubro, quando a equipe recebe o Flamengo.

Compartilhar