Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

UniCEUB/Brasília anuncia primeira contratação para temporada 2016/17

Escrito em

Após chegar às semifinais do Novo Basquete Brasil 2015/16, sendo eliminado pelo Bauru Basket, o UniCEUB/Brasília anunciou nesta quarta-feira (15) a primeira contratação para a próxima temporada do basquete nacional.

Trata-se de Lucas Mariano, de 22 anos, que estava no Mogi das Cruzes/Helbor e vem com o contrato de um ano com a equipe candanga. O ala/pivô foi contratado após a saída de Lucas Cipolini para o Franca Basquete.

Lucas Mariano deixou o Mogi das Cruzes e fechou contrato por um ano com o UniCEUB/Brasília - Foto: João Pires/LNB

Lucas Mariano deixou o Mogi das Cruzes e fechou contrato por um ano com o UniCEUB/Brasília – Foto: João Pires/LNB

Renovou
Além da contratação de Lucas Mariano, o UniCEUB/Brasília anunciou também a renovação por mais dois anos do contrato de Deryk Ramos. O camisa 9 candango, que se tornou o novo xodó da torcida, foi sondado por outras equipes, mas preferiu permanecer em Brasília.

No dia do aniversário, Deryk também comemorou a eleição como revelação do Novo Basquete Brasil. “Essa evolução só foi possível pois a comissão técnica acreditou no meu potencial. Eu tinha a liberdade de arriscar, buscar a cesta, mesmo sendo novato na equipe. Além do apoio da torcida, que me dava muita tranquilidade dentro de quadra”, ressaltou Deryk, por meio da assessoria de imprensa.

Deryk Ramos foi anunciado como o primeiro atleta a renovar contrato com o UniCEUB/Brasília - Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

Deryk Ramos foi anunciado como o primeiro atleta a renovar contrato com o UniCEUB/Brasília – Foto: Carlos Teixeira Campina/Agência EB

Caso Ronald
Outro fato que chamou a atenção do torcedor basqueteiro candango foi a acusação de doping do ala Ronald Rudson.

Segundo o jornal Correio Braziliense, Ronald fez exames durante as quartas de final do NBB, diante do Caxias do Sul e, na análise, foram encontrados esteroides anabolizantes: androstestosterona, boldenona, estanozolol, etiocolanolona e testosterona.

De acordo com a assessoria de imprensa do time, todos os contratos da equipe candanga venceram ao fim da temporada 2015/16. Assim, quem está respondendo pelo caso é o advogado de Ronald, Gustavo Brasil. Segundo o portal globoesporte.com, a estratégia de defesa do ala/pivô brasiliense será a de confessar o uso dos esteroidess.

Ainda não há previsão para o julgamento do caso do atleta por parte do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P