Quase 30 dias após a assembleia que definiu os detalhes da décima edição do Novo Basquete Brasil, apenas duas equipes não confirmaram – efetivamente – participação na competição. São Macaé e Brasília, que após perder dois principais patrocinadores, está a beira de deixar o torneio.

Pela quarta vez, em 30 dias, a equipe candanga teve o prazo estendido para confirmar participação no NBB10. O time chegou, no último dia 11 de julho, se inscrever na Liga Nacional de Basquete. No entanto, a Liga Nacional de Basquete exige garantias, como a quitação de débitos e o valor de R$ 1,5 milhão para patrocínios garantidos, para assegurar a entrada dos times na competição.

“A LNB nasceu desta forma, com os clubes se unindo em prol do basquete. Não esperava nada além disso. Temos condições de resolver nossos problemas e acredito que esses 15 dias são mais do que suficientes e justos para concretizarmos nossa participação na décima edição do NBB”, disse José Carlos Vidal, diretor técnico do time de Brasília, por meio da assessoria de imprensa da liga.

Campo Mourão e Vasco, que também tinham pendências, conseguiram quitar os problemas e já estão confirmados no torneio.

Com mais este “perdão”, o time de Brasília tem até o dia 25 de agosto para confirmar se entra ou não no NBB 10.

Compartilhar