Nesta segunda-feira, 13, na primeira partida do ano no NBB, o Universo Brasília venceu o Pato Basquete em casa por 76X73. A equipe brasiliense precisava vencer para entrar na zona dos playoffs, enquanto o time paranaense tenta manter suas possibilidades na competição, após as duas únicas vitórias no NBB nas três rodadas anteriores ao jogo na Asceb.

Apesar de começar o jogo perdendo por seis pontos de diferença, o Brasília encostou no placar. Porém, a dificuldade para ficar com o rebote na sua defesa atrapalhou seus planos. O primeiro quarto terminou com a equipe paranaense vencendo por aquela mesma vantagem do início da partida, 20×14.

Com bons momentos de Rafa Moreira e Arthur, cestinha da partida, o segundo quarto foi vencido pelo time da capital federal, que empatou a partida depois de conseguir ficar a frente no placar pela primeira vez. Naquele momento, o Pato Basquete começava a forçar o jogo com arremessos longos, mas sem sucesso.

Já na segunda metade, o jogo ficou muito igual, com muitas trocas na liderança no placar. Com o decorrer do quarto período, o treinador Ricardo Oliveira deixou Ronald e Bruno Fiorotto na equipe, colocando mais força dentro do garrafão de seu adversário. O plano deu certo. O ala/pivô manteve o bom aproveitamento de lances livres, definindo assim a vitória de seu time.

Arthur anotou o recorde na temporada: 24 pontos e 4 roubos de bola – Foto: Marcos Santos/Divulgação

Arthur foi o grande destaque dos donos da casa. Além de 24 pontos, ele ainda roubou cinco bolas, o maior número neste quesito no NBB deste ano.
“A equipe conseguiu jogar bem, a gente teve alguns erros, principalmente na defesa. Eu quis ajudar a equipe da melhor forma possível, puxando ponto, tentando na defesa, ajudei em algumas coisas, acabei atrapalhando em outras, mas faz parte também”, explicou.

Ricardo Oliveira explicou que parte do treino planejado foi muito importante para a vitória de seu time. “A gente treina isso. O nome é baixo-baixo, quando um homem alto mais avançado e outro também alto um pouco mais recuado. Dificulta pro adversário que não tem jogadores da qualidade do Ronald e Fiorotto. Eu gostei dessa obediência tática. Eles acharam que iam pegar a gente na zona, mas nós que os pegamos.”

Depois de repetir o placar do confronto no primeiro turno, o Universo Brasília enfrentará o Rio Claro na próxima segunda, às 20h, também no ginásio da Asceb. A Esportes Brasília fará a cobertura ao vivo da partida. Enquanto isso, o lanterninha da competição jogará contra o Minas fora de casa.