Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Com um segundo tempo perfeito, Universo/Brasília atropela Corinthians na ASCEB

Escrito em

Após uma primeira parte muito apática, o Brasília entrou como nunca se viu, virou o placar e atropelou o time do Corinthians por 85×73. Com uma defesa forte e muito sólida, a equipe deixa os maus resultados para trás e entra na zona dos playoffs.

Os dois maiores responsáveis por uma reação sem tamanho, Nezinho e Gui Santos, voltaram dos jogos fora de casa carregando o time nas costas. Enquanto o primeiro ressaltou a importância de mudar a imagem que ficou nos últimos dois jogos, o segundo destacou a forte defesa, com um incrível jogo em equipe, nas entrevistas após a partida.

O Brasília chegava de três derrotas seguidas. O Corinthians vinha de um derrota nos últimos oito jogos – revés que veio exatamente na véspera desse confronto. Os paulistas buscam uma vaga entre os quatro primeiros e os brasilienses uma posicao nos playoffs.

O Timão veio determinado a vencer e tratou de colocar esse plano logo em prática. E, para isso, contou muito com Nesbitt. O americano tratou de comandar seu time à vitória. Tanto que o pivô fez 15 dos 23 pontos corinthianos no primeiro quarto – mais de 65%.

Precisando vencer o jogo, o Brasília deixava muito a desejar e não conseguia se sobressair sobre os adversários e não cansava de errar. Tanto que o aproveitamento de pontos não passava dos 40%.

E, assim, o Corinthians aproveitou e fechou o primeiro quarto com seis pontos de vantagem.

A segunda etapa do jogo foi tenebrosa para as duas equipes. Com muitos erros, o placar ficou intacto por mais de dois minutos e meio. Com tanta dificuldade para derrubar a bola, o Brasília aproveitou o time reserva do Timão para abrir a vantagem no placar do quarto, e chegou a ficar quatro pontos na frente.

Porém, nada é fácil para os brasilienses. Quando o quinteto titular voltou à quadra, os paulistas viraram o quarto, se mantiveram na frente e conseguiu um ponto de vantagem – 14×13 – e sete no jogo, 37×34.

O Brasília entendeu o que precisava fazer e contou com dois de seus jogadores mais experientes. Enquanto Nezinho comandava e ditava o ritmo do jogo, Arthur convertias seus arremessos. O atleta candango foi o cestinha da partida. Tanto que foi o jogador que armou as jogadas de seu time e chegou a sete assistências no jogo.

Com muita vontade e muito organizado, os donos da casa souberam neutralizar os ataques adversários e ia empilhando cestas. Com uma defesa sólida e convertendo os pontos, o Brasília empatou na metade do quarto e passou à frente do placar.

E, assim, o time foi crescendo, o time foi marcando, o time foi defendendo, o time foi ganhando e o time foi abrindo. Assim, o quarto acabou com a mesma diferença do primeiro período, mas, dessa vez, para o time de Nezinho, 26×20. No placar geral, 56×57 para o Corinthians.

Nezinho anotou 15 pontos e 11 assistências, conquistando um duplo-duplo na vitória frente ao Corinthians – Foto: Rickson Tupy/Divulgação

O último período foi de afirmação para o Brasília. Com um ponto atrás no placar, os donos da casa continuaram jogando muito e defendendo tudo e mais um pouco. Tanto que aquela vantagem inicial caiu por terra e virou para o outro lado.

Com ampla superioridade no jogo, o Brasília se manteve na frente e administrava a vantagem, que ia aumentando com o passar do tempo, passando por um, três, cinco, sete, até os dez pontos. Mesmo que o Corinthians, a defesa estava em todo o lugar e neutralizava os ataques.

Ao final do quarto, 13 pontos de vantagem, 29×16. E, assim, ainda teve tempo para mais dois pontos. Uma linda vitória do Brasília para virar a partida e vencer por 85×73.

O Próximo confronto do Brasília também será no Ginásio da Asceb. Marcado para o próximo sábado, 21, a bola sobe a partir das 17h. Já o Corinthians, enfrenta o Minas, também fora de casa, no mesmo dia. Porém, o jogo é mais cedo, às 12h30.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *