A inter-temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) não está sendo das melhores para a equipe de basquete de Brasília. Além de perder os patrocínios de Terracap e UniCEUB nos últimos meses, o time da capital federal teve de lidar com a saída de dois pilares do clube: Guilherme Giovannoni e Fúlvio, que defenderão o Vasco a partir do próximo calendário de disputas do basquete nacional.

Contudo, mesmo nessa maré negativa, algumas notícias podem tranquilizar o torcedor do time candango. Bruno Savignani, atual treinador da equipe do DF, manifestou interesse em continuar no comando do clube. Em entrevista exclusiva à Esportes Brasília, Bruno informou que “ainda é preciso confirmar, mas a minha vontade é que sim. Estão ainda resolvendo questões de patrocínios. Depois vamos conversar e nos acertar”.

Apesar de a permanência do treinador ainda não estar acertada, Bruno afirma que a diretoria está trabalhando duro para isso. Por enquanto, ele mostra confiança. “Espero que dê tudo certo. Sou sempre positivo”, afirmou.

Técnico Bruno Savignani afirma que está em negociação para permanecer na próxima temporada do NBB - Foto: Brito Junior
Técnico Bruno Savignani afirma que está em negociação para permanecer na próxima temporada do NBB – Foto: Brito Junior

Bruno lamentou as transferências de Giovannoni e Fúlvio para o Rio de Janeiro. “É sempre ruim perder dois grandes jogadores como eles. Com muitas qualidades, experiências e histórias em Brasília, principalmente o Guilherme. Mas estas perdas fazem parte do esporte”, ressalta.

De qualquer forma, o comandante tem a expectativa de uma equipe competitiva para a próxima temporada. Como já noticiado pela Esportes Brasília, apenas quatro atletas têm contrato assegurado com o time de basquete da capital: Lucas Mariano, Deryk, João Phylippe e Jeferson Campos. Com esses jogadores à disposição, Bruno acredita que Brasília tem uma boa base. Quanto aos outros atletas, o treinador comunicou que eles estão negociando os vínculos com o clube do DF.

Bruno Savignani é técnico do time de basquete de Brasília desde 2015, e levou o clube às semifinais do NBB em 2015/2016 e às quartas de final em 2016/2017. Também comandou a equipe na Liga Sul-Americana de Basquete de 2016, quando foi eliminado do torneio na segunda fase.

Compartilhar