Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Brasília Basquete dá adeus à AsCEB e está de casa nova

Escrito em

Depois de mais de uma década recebendo os fãs do basquete na 904 Sul, comemorar imensos títulos, jogar partidas épicas, e diversos “shows do intervalo”, chegou a hora do adeus. O Brasília Basquete não mais utilizará, a partir da temporada 2020/2021 do Novo Basquete Brasil, as instalações do Ginásio da AsCEB.

A informação foi confirmada à reportagem da Esportes Brasília na última sexta-feira (23) pela diretoria do time candango. O local, há cerca de dois anos, chegou a entrar – pela segunda vez – em leilão, mas não foi arrematado. O lote, de 65,5 mil m², estava avaliado em R$ 131,2 milhões.

Ginásio da Asceb não será mais palco do Brasília Basquete no Novo Basquete Brasil – Foto: Rener Lopes/Agência EB

Contudo, o Brasília Basquete não foi para muito longe realizar as atividades de treinamento. Apenas atravessou a W5 e foi parar na W1, mais precisamente na quadra 108 Sul, onde está sediado o Clube Vizinhança.

O histórico palco do basquete brasiliense, onde Oscar Schmidt deu os primeiros passos com a bola laranja, será o novo local de treino dos atletas na preparação para a primeira mini-bolha do NBB, marcada para o ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes/SP.

Ginásio do Clube Vizinhança sediou partidas da LBF temporada 2014/2015 e do Campeonato Brasiliense de Basquete – Foto: Divulgação/AKROSDF

Quem também já pisou no tablado do clube da Asa Sul foi o atual técnico do Brasília Basquete, Ricardo Oliveira. Por meio da assessoria de imprensa da equipe, Ricardo contou um pouco da vivência com o basquete dentro do “Vizi”, como carinhosamente o clube é chamado.

“Eu me sinto honrado [de estar aqui]. Tive aqui dentro do Vizinhança, como atleta, muitas alegrias. Fui três vezes quarto lugar da Taça Brasil de clubes campeões, aprendi muito com grandes treinadores, como Zezão, Maleta, Paulo Roxo, Miúra, que me influenciaram e contribuíram para ser o que sou como treinador”, contou.,

Ricardo Oliveira, na época em que era atleta do Clube Vizinhança – Foto: Divulgação

Sobre a ida do Brasília Basquete para o Vizinhança, o treinador comenta que está com a expectativa em alta e prevê um futuro promissor para o time: “Acho que é um bom sinal começar a temporada nesse clube que é tradicional na história do basquete e no Distrito Federal”, finaliza.

A estreia do Basquete Brasília no NBB 13 acontece no dia 14 de novembro, diante do Paulistano, às 17h30, no Ginásio Professor Hugo Ramos.

Vale lembrar que, além do Brasília Basquete, o Cerrado Basquete também representará a capital federal na competição nacional. As partidas da mini-bolha de Brasília serão disputadas no Ginásio da Iesplan, palco do verdão candango.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading