Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Basquetebol, uma boa maneira de apostar

Escrito em

Com o basquete se tornando cada dia um esporte mais popular entre os brasileiros, é a modalidade perfeita para apostas, por um simples fato: se pode deduzir o resultado das partidas desde uma série de fatores que englobam o ganhar ou o perder. Como por exemplo, o resultado em si de um ou mais jogos, ainda outro exemplo seria a presença ou ausência de um jogador importante na equipe.

O jogo chegou ao Brasil trazido pelo norte-americano Augusto Shaw e foi aprovado imediatamente pelas mulheres que jogaram a primeira partida oficial em 1896, enquanto os homens ainda tinham certa resistência com o basquete pela preferência ao futebol. Com o tempo, Shaw conseguiu convencer seus alunos de que este não era um jogo só para mulheres, trazendo os homens para o basquete.

As regras em geral são as mesmas: cada partida tem uma duração de 4 tempos de 10 minutos cada, salvo os campeonatos da NBA que tem duração de 12 minutos. Algo que difere o basquete dos demais esportes, tornando-o ainda mais interessante é a forma de marcação de pontos, que alterna conforme a situação do jogo. Arremessos comuns, ou seja, feitos em lance livre contam 1 ponto; cestas normais valem 2 pontos e finalmente 3 pontos arremessos dados depois da linha de 3 pontos (que varia também entre NBA e FIBA).

O basquete é apreciado por muitas pessoas pela velocidade do esporte e pela quantidade de pontos que se pode alcançar em uma única partida, tornando uma competição entusiasmante. O fato de o Brasil ter grandes jogadores também é um ponto importante não só para quem aposta, como também para quem assiste os jogos.

Como não falar de Oscar Schimidt por exemplo que é considerado o maior jogador da história do basquete brasileiro. Oscar com sua equipe foi quem conquistou a primeira vitória sobre a seleção estadunidense em um jogo nos Estados Unidos e ao longo de sua jornada no esporte marcou mais de 49 mil pontos em jogos. Seu título mais importante talvez tenha sido no Pan-Americano de 1987.

No grupo das mulheres, temos as ex-jogadoras Paula, mais conhecida como Magic Paula e Hortência, frequentemente considerada a maior jogadora de basquete não apenas do Brasil, mas do mundo. Hortência é membro do Hall da Fama do Basquete Feminino e do Hall da Fama da Fiba tendo marcado em sua história como atleta, mais de 3 mil pontos em jogos. Já a esportista Paula foi a segunda certinha marcando mais de 2 mil pontos em jogos e passando em 2006 a ocupar o Hall da Fama do Basquete Feminino.

Depois de citar Hortência, Paula e Oscar, como não comentar também sobre Ubiratan, que foi o melhor pivô da história do basquete brasileiro e o primeiro a assinar contrato profissional no exterior. Além de fazer parte da Ordem de Mérito da FIBA e também do Hall da Fama da Federação Internacional de Basquete e do Hall da Fama de Basquete nos Estados Unidos.

Cada dia o esporte vem crescendo mais e mais no Brasil, tornando-se preferência tanto para os espectadores quanto para os que apostam nele. Vida longa ao basquete.

Continue Reading